O que é Análise de Pontos de Função, objetivos e referencias

Análise de Pontos de Função (APF) é uma técnica de medição das funcionalidades fornecidas pelo software do ponto de vista de seus usuários.

O que é Ponto de Função

Ponto de função (PF) é a sua unidade de medida. Portanto, tem por objetivo representar uma quantidade; no caso, a medição independente da tecnologia utilizada para a construção do software.

O que a Análise de Pontos de Função mede

A APF mede o que o software faz, independentemente de como ele foi construído. Portanto, o processo de medição ou de contagem de pontos de função é baseado na avaliação dos requisitos funcionais do usuário, como descrito nos artefatos do desenvolvimento. O procedimento de medição está descrito pelo IFPUG em seu Manual de Práticas de Contagem (Counting Practices Manual).

O que a Análise de Pontos de Função não mede diretamente

É importante destacar que pontos de função não medem diretamente esforço, produtividade ou custo, porque ela produz uma medida de tamanho funcional do software. Porém, à partir do tamanho funcional correlacionando com outras variáveis, torna-se possível identificar produtividade, estimar esforço e/ou custo de projetos de software.

O que você encontra no vídeo

Primeiramente, você encontra uma visão geral sobre a medição do tamanho funcional. Em especial, exploramos o objetivo da Análise de Pontos de Função, o método do IFPUG e por que é importante uma medição na visão do usuário.

Em seguida, você terá a explicação dos objetivos da APF e como, ao alcançar esses objetivos, sua utilização transforma o relacionamento entre usuários e desenvolvedores. Também posicionamos a APF em relação à norma ISO 14143. Isso é importante, porque padroniza os requisitos para um método de medição do tamanho funcional e permite a você entender melhor o impacto ao interpretar dados expressos em pontos de função.

Você vai ter definido o que é usuário para fins da medição ou aproximação em pontos de função, de forma que seja possível entender a diferença da medição em uma perspectiva técnica de uma medição na visão externa do software.

Por fim, você saberá quais os insumos para a Análise de Pontos de Função, que permitem derivar a “Visão do Usuário” de forma que você possa entender de maneira mais concreta o processo.

E a aplicabilidade da APF com SCRUM, DevOps, desenvolvimento contínuo entre outros contexto de desenvolvimento ágil?

Sobre esse tema, recomendamos o registro de uma entrevista realizada pela FATTO e de um painel mantido pelo IIBA/SP.